Logotipo Abrap

Associação Brasileira de Prefeituras

Notícias na Abrap

Aliados de Cunha tentam solução alternativa à cassação

Aliados de Cunha tentam solução alternativa à cassação

Foto: Lula Marques/ AGPT

Deputados que devem favor a Eduardo Cunha (PMDB-RJ) articulam um pedido de efeito suspensivo do processo de cassação do parlamentar afastado, caso não consigam abrandar sua pena de cassação, cuja votação está marcada para esta segunda-feira 12.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que foi alvo de críticas quando marcou a votação para uma segunda-feira - dia de quase nenhum quórum na Casa - afirma agora que só colocará o processo em votação se houver ao menos 420 deputados em plenário - para que Cunha seja cassado, é necessário ao menos 257 votos a favor do parecer proferido pelo Conselho de Ética da Casa.

Um grupo de aliados pretende propor no início da sessão uma questão de ordem pedindo para que seja votado, ao invés do parecer, um projeto de resolução, o que abre a possibilidade de se apresentar emendas e, consequentemente, a proposta de uma pena mais branda para Cunha, que não seja a cassação.

O deputado João Carlos Bacelar (PR-BA), aliado de primeira linha de Eduardo Cunha, pretende apresentar um voto em separado, para que o peemedebista seja apenas suspenso por 90 dias pela acusação de quebra de decoro parlamentar.

Fonte: Brasil 247