Logotipo Abrap

Associação Brasileira de Prefeituras

Notícias na Abrap

Presidente do TSE diz que primeiro turno ocorreu em “clima de paz”

Presidente do TSE diz que primeiro turno ocorreu em “clima de paz”

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, disse hoje (2) que o primeiro turno das eleições municipais ocorreu “em clima de normalidade e de paz”. De acordo com o balanço final da votação, divulgado pela Justiça Eleitoral, haverá segundo turno em 27 municípios do país.

Segundo os dados, o primeiro município brasileiro a totalizar a apuração foi Ponte Alta do Norte (SC). Nas capitais, votação foi finalizada primeiro em Curitiba (PR), às 18h08, Palmas (TO), (18h31) e Vitória (ES), às 18h40. Durante a votação, foi registrada a prisão de 383 candidatos, principalmente por boca de urna e a quebra de 4.424 urnas (1% do total), que foram substituídas.

Nestas eleições, foi registrada queda nas doações declaradas à Justiça Eleitoral. Com a proibição de doações de empresas, inserida na reforma eleitoral aprovada ano passado pelo Congresso, os valores passaram de R$ 6,2 bilhões nas eleições municipais de 2012 para R$ 2,3 bilhões neste ano. O custo das eleições subiu de R$ 483 milhões para R$ 650 milhões, e o custo do voto passou de R$ 3,44 para R$ 4,50.

Segurança

Apesar de ressaltar que o pleito ocorreu de forma tranquila, Mendes demonstrou preocupação com os ataques a locais de votação em São Luís (MA) e as ocorrências registradas no Rio de Janeiro. No entanto, o ministro disse que os ataques não estão relacionados ao período eleitoral.

“Em geral, podemos dizer que não se cuida propriamente de delitos ligados ao pleito eleitoral, mas, muito provavelmente, a presença do crime organizado no contexto geral, disputa entre milícias e narcotráfico”, declarou Mendes.

Militares

Na mesma entrevista coletiva, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, divulgou o balanço final da atuação das Forças Armadas nas eleições. Segundo o ministro, foram enviados 25,2 mil militares para 498 localidades em 17 estados. Nas eleições municipais de 2012, o efetivo havia sido enviado para 477 cidades.